FANDOM


Ela quer me devorar! Já está tentando amaciar minha carne!!

Met, o Metamorfo, New World #091

Methasphéryon
File:Met4.jpg
Informações Gerais
Idade: 102 anos
Status: Vivo
Alcunha: Met (atual)

Experimento #674 (Ox)
Príncipe Methas (Agrias)

Origem: Agrias, Elluen
Informações Físicas
Raça: Metamorfo
Sexo: Assexuado
Altura: 56 cm
Peso: 2,4 kg
Informações Climber
Andar: 1
Situação: Ativo
Posições: Nenhuma
Princípio: Alma
Afiliação: Monarquia Agriana

Príncipes de Agrias


Methasphéryon gi Honderioni kas Kraftéran (メタス増えリヨン 字 音でリオに カス くらふて欄, Metasufueriyon ji Onderioni kasu Kurafuteran), também conhecido como Met (めット, Metto), é um Climber sem uma posição especifica. Originário do planeta Agrias, ele é um metamorfo de sangue puro pertencente a linhagem Real Agriana. Met é o filho mais velho do Rei Morphestháryen kas Kraftéran e da Rainha Lilethasfhéran hon Sträussjuan, irmão mais velho de Juhengháster fa Nantakéren kas Kraftéran e de Sunnedártan len Tussféren kas Kraftéran, ambos Príncipes Herdeiros do Reino de Agrias.

Aparência

File:Met.jpg

Um Metamorfo não possui uma aparência especifica, ou, se possuía quando nasceu, apenas sua mãe saberia dizer. Sendo assim, para todos os efeitos, a Aparência Base de Met é a de um roedor com pouco menos de meio metro de altura, que pesa algo em torno de dois quilos e meio em gravidades semelhantes a da terra — sendo mais leve do que sua aparência gorducha demonstra.

Possui um grande topete, uma cauda longa com a ponta em forma de raio e é inteiramente coberto de pelos dourados, sendo fofo ao toque e agradavelmente quente. Tem orelhas grandes e caídas, olhos cor de café e chocolate, com uma bolinha avermelhada em cada bochecha. O timbre de sua voz lembra o de uma criança comum. Suas roupas são leves e confortáveis, feitas de um material especial de seu planeta natal, em cores laranja e dourado.

File:Human.jpg

Met ainda não usou sua aparência humana base nenhuma vez sequer no interior da torre, o que a torna desconhecida para todos, exceto talvez por uma Climber chamada Kaila, que parece possuir a exótica habilidade de ler as memórias de um alvo ao estabelecer contato físico com o mesmo por alguns instantes.

Entretanto, sem um Pingente Ophren do tipo Esmeralda-Nim, caso o metamorfo queira ou precise transformar-se em sua forma humana base no interior da torre, ele ficará limitado a mantê-la pelo tempo máximo que duraria uma metamorfose de tipo comum.

Personalidade

Met é uma criatura de ações diretas e de pensamentos simples, que é totalmente incapaz de guardar rancor ou de mentir para um amigo, mesmo que sua vida dependesse disso. É inteligente e sábio, mas dotado de um nível de inocência inacreditável, além de não possuir um pingo de malícia em seu coraçãozinho. É curioso, rápido em aprender e ávido em questionar. De riso fácil e grande coração, possuindo grande facilidade para fazer amizades, mesmo com pessoas de aparência duvidosa. Met é uma criatura doce e infantil que nunca julga um livro pela capa ou tira conclusões precipitadas.

File:Met3.jpg

Mesmo entre os de sua espécie, o pequenino se destaca por possuir um coração surpreendentemente puro e o dom de nunca ficar triste ou ressentido por muito tempo. Não possui em seu corpinho nenhum pingo de coragem, mas consegue enfrentar seus medos caso possua um amigo ao seu lado.

Met gosta de ouvir e de contar histórias — enquanto as interpreta a seu modo. Além de adorar assobiar ou cantarolar melodias de músicas que ouviu nos planetas que já visitou. Met não é um guerreiro. Nunca matou ninguém quando era ele mesmo e jamais pensou em fazê-lo, sendo incapaz de machucar uma mosca sequer. Ainda assim, deixo-lhes um aviso: emoções fortes podem ocasionar efeitos imprevisíveis.

História

No principio existiam os quatro Ancestrais e o universo era escuro e vazio. Seus corpos eram feitos de puro poder, controlavam o poder e compreendiam o poder; e essas são três formas de se possuir verdadeiramente algo e, por conseguinte, eles eram seres divinos. Estavam além da razão, das dimensões e do tempo.

De acordo a versão da história que é contada, os Ancestrais entraram em um debate sobre a criação de um Universo, ou apenas sobre se apoderarem de um que não possuía quaisquer divindades. Entretanto, independente de qual versão é contada, um dos Ancestrais foi contra essa decisão — o que, de acordo a versão, pode torna-lo em um anjo ou demônio, vê? De qualquer forma, esse Ancestral era mais poderoso que os outros, não mais poderoso que todos os outros três juntos, entendam bem, mas ele possuía um poder mais refinado, uma compreensão mais ampla sobre o poder que possuía.

O Quarto Ancestral foi banido, mas não aprisionado ou destruído, pois o seu poder lhe pertencia por completo e o envolvia feito um manto. O Universo Juen foi criado, e nele havia 1000 setores espaciais, e em cada um deles um planeta diferente.

Tudo ia bem, até que os três deuses Ancestrais se tornaram perversos para com os homens e as criaturas que viviam pacificamente no universo. Eles criaram monstros terríveis, criaturas inomináveis e com enorme fome. Essas criaturas não poderiam ser chamadas de demônios, pois eram ainda piores que demônios. Em cada planeta foi criado uma dessas criaturas, apenas para o divertimento dos deuses Ancestrais.

E então surgiu o Cavaleiro de Armadura Negra. Alguns dizem que o Cavaleiro era um homem como qualquer outro, sabe? Era um homem de coração verdadeiramente puro, feito uma joia rara. Ele apenas queria o bem do universo, e amava todas as criaturas existentes. Esse homem implorou por ajuda aos Ancestrais, enquanto uma criatura terrível de escamas negras e que cuspia fogo vivo destruía seu planeta. Os três Ancestrais não responderam... Mas o Quarto Ancestral, sim.

Sua armadura foi forjada com as escamas quase indestrutíveis da criatura morta, seu corpo foi inserido no interior da armadura com puro poder cósmico, reunido em segredo desde o seu banimento pelo último Ancestral... Homem e Armadura se tornaram um único ser; feito uma armadura viva.

Sua espada era capaz de cortar as dimensões e o tempo, sua montaria possuía a habilidade de assumir qualquer forma, pois assim ele poderia ir a qualquer lugar, seja céu, terra ou mar. E com um coração puro e sincero o bastante para entregar sua própria vida por um bem maior, o Cavaleiro de Armadura Negra destruiu os últimos Ancestrais, enfraquecendo o poder das criaturas lendárias.

Contudo, sem o poder dos deuses, o pequeno Universo Juen também começou a se desfazer, feito areia soprada pelo vento. Sendo vagarosamente engolido pela Escuridão Devoradora. Apesar de o Universo nunca ter visto uma guerra tão terrível, hoje ela vive apenas nas histórias. Até os livros de História que a mencionavam como um boato duvidoso desfizeram-se em pó há muito tempo.

Pré-Conquista do Império Oxiano

Era uma vez, há séculos e galáxias de distância, um planeta chamado Agrias: o Planeta de Prata. Ficava localizado no ponto central do setor espacial #079 do Universo Juen, e era iluminado por um grande sol amarelo e um pequeno sol vermelho, com três luas prateadas de tamanhos variados. O apelido singular de Agrias não derivava da riqueza em minérios do solo do planeta ou qualquer coisa semelhante; provinha do fato de ser habitado pela segunda raça natural mais exótica, antiga e rara em todo o pequeno universo: Os Metamorfos.

No principio a raça dos metamorfos eram apenas animais com a incrível habilidade de se adaptarem; organismos capazes de pular centenas de anos do processo evolutivo natural em poucos meses, às vezes até semanas. Se o jogasse no meio do mar? Em pouquíssimo tempo ele se tornaria em um perfeito animal marinho. Se o prendesse em uma caverna próxima ao centro do planeta? Seu corpo se adaptaria para enxergar no escuro e suportar o calor, e assim por diante.

Contudo, no período da grande guerra entre os Ancestrais e o Cavaleiro de Armadura Negra, o Planeta de Prata foi atacado por um monstro devorador de planetas. Felizmente a guerra terminou antes que Agrias fosse completamente destruído, mas o planeta ainda ficou com apenas dois terços de seu tamanho anterior, o que diminuiu significativamente a gravidade do planeta, fazendo construções menores flutuarem com facilidade.

Durante séculos, desde a grande guerra, a única raça capaz de resistir e sobreviver no planeta foram os metamorfos. Mas, após a morte dos Ancestrais, uma magia mais antiga que o próprio universo e o tempo foram liberados, e ela afetou tudo o que existia de uma maneira diferente. Os metamorfos que haviam sobrevivido tiveram a habilidade de adaptação de seus corpos ampliada exponencialmente, sendo capazes literalmente de mudar os átomos e assumir qualquer aparência física instantaneamente. 

A raça prosperou em paz e harmonia por séculos. Não eram guerreiros, e como nenhuma outra espécie era capaz de sobreviver com tão pouco oxigênio na superfície do planeta, os metamorfos viveram em paz e protegidos por muito, muito tempo.

Mas os tempos mudam. E mudaram. Os exploradores de Ox, o Planeta Origem, mais avançado em tecnologia que qualquer outro planeta no universo, possuía naves-espaciais capazes de leva-los até outros planetas; viagens que levariam vários anos eram concluídas em poucos minutos com seus motores potentes. Os exploradores vieram em paz e trataram os metamorfos como iguais, mas eles eram portadores de péssimas noticias. O Universo Juen estava morrendo.

Mas havia uma forma de sobreviver. Uma forma de salvar Agrias: Entregando seus primogênitos. Infelizmente o Planeta de Prata era pequenino, não possuía minérios valiosos em abundância e nada que pudesse pagar o preço de todo um planeta, exceto seus exóticos habitantes. Os primogênitos de cada casa aceitaram o pedido, se sacrificando pelo bem de seu povo e de suas famílias.

E assim Agrias foi salva da Escuridão Devoradora, e Methasphéryon gi Honderioni kas Kraftéran, Príncipe Herdeiro e primogênito da família real se tornou em um bichinho de experimentos dos cientistas do Império Oxiano, assim como várias dezenas de seus irmãos metamorfos.

Conquista do Império Oxiano

Essa história se passa em um universo distante e pequeno, criado por deuses sem nome e a muito esquecidos. O Universo Juen é dividido e catalogado em exatos 1000 setores espaciais, e, em cada setor, existe pelo menos um planeta — ou é assim que deveria ser.

Entretanto, há alguns séculos atrás, cientistas do Planeta Origem no Setor Espacial #000, descobriram que o Universo Juen estava morrendo. Os setores espaciais mais distantes já haviam tido seus mundos destruídos, e a Escuridão Devoradora continuava a se aproximar ainda mais a cada segundo. Contudo, os cientistas conseguiram criar um modo de proteger o setor espacial ao redor de seu planeta, usando um campo de força poderoso criado com base em encantamentos antigos e secretos.

Tal tecnologia foi vendida aos outros planetas por quantias exorbitantes de metais preciosos, armamentos poderosos, espécimes raros e outros itens exóticos de grande valor. Enquanto os habitantes dos planetas que não possuíam nada de valor minimamente substancial para oferecer, foram forçados a se sujeitarem como servos, para tentar garantir a sobrevivência de suas espécies.

E foi assim que Ox, o Planeta Origem, se tornou no mais prospero e poderoso Império em todo o pequeno Universo Juen.

Pós-Conquista do Império Oxiano

Um Metamorfo possui a habilidade natural de moldar sua forma e sua aparência da maneira que desejar, independente do tamanho, peso ou sexo escolhido. Contudo, é sabido que qualquer transformação dura apenas por dez minutos, ou menos, caso o metamorfo receba um ataque forte demais, o que pode acabar com sua concentração e com a sua pantomima.

Bem, ao menos era assim que funcionava, até que os cientistas do Planeta Origem adquiriram Agrias e seus habitantes como mercadoria, em troca da tecnologia que salvaria o planeta. Então, após vários anos de estudos e testes dolorosos com os membros da espécie, um cientista finalmente obteve êxito em seus estudos, e descobriu uma forma de tornar um Metamorfo capaz de manter a aparência que quisesse, por uma quantidade de tempo maior que a de uma transformação de tipo comum. O nome técnico inventado foi "Coleta de materiais genéticos em larga escala", mas, em termos simples, o Metamorfo apenas deveria absorver por completo um corpo — morto recentemente - da espécie em que ele pretendia se transformar.

E foi exatamente isso que Met foi forçado a fazer com o corpo do próprio cientista que o estava estudando.

O experimento foi um sucesso, é claro. Mas existia um efeito colateral estranho. Aparentemente, ao realizar esse processo, o espécime absorvido se tornava em uma personalidade dominante na mente do Metamorfo por cerca de dez anos, quando todas as lembranças e características genéticas do alvo terminavam de ser digeridas. E apenas após esse período mínimo, o Metamorfo conseguia retomar o controle sobre si, retornava a sua forma base e era capaz de repetir o processo.

E essa era a missão de Met. Viajar pelo universo, colhendo dados e informações de cada mundo que visitasse. Absorvendo o material genético de raças poderosas e raras, para preservação das espécies e estudos futuros.

Darin, o Planeta de Jade { Setor Espacial #432 }

Um planeta que têm seu solo coberto por uma vasta e densa floresta tropical, com os mais variados tipos de frutos e animais selvagens, de aparências completamente inimagináveis. É um mundo belíssimo, e a raça dominante é composta por símios com grande nível intelectual e enorme potencial físico, devido à força da gravidade que é ligeiramente mais forte que nos outros planetas.

O Reino de Darin é o maior exportador de Jade e de itens feitos desse raro material dentre os mundos, daí a origem do nome.

King foi o primeiro espécime absorvido por Met em sua jornada. O símio havia acabado de perder um duelo pelo direito de se casar com a primata que ele amava desde os seus primeiros ciclos de vida... Met encontrou o corpo cerca de uma hora após chegar ao planeta, e fazia pelo menos vinte minutos que King havia sido brutalmente assassinado, a julgar pelas analises do computador de sua espaçonave.

E então, Met absorveu sua segunda personalidade. Fechou seus olhos por um instante, e quando voltou a abri-los já não era mais ele mesmo, era King.

— Mas que porra? - Exclamou o símio. Então soltou uma longa gargalhada que durou até ficar quase completamente sem ar. — Sou Imortal! - Afirmou e tornou a gargalhar.

É importante salientar, que mesmo não sendo a personalidade dominante durante o processo de assimilar o material genético da nova espécie, o Metamorfo ainda existe na mente do alvo, como um grilo falante que não se pode espantar.

Sendo assim, durante os dez anos seguintes, Met teve que se esforçar ao máximo para tentar manter King vivo e fora de encrencas, tentando convencer o primata de que ele não era imortal. Não era um deus antigo esquecido, e de que não podia, em hipótese alguma, usar a espaçonave para fugir com sua amada.

Basicamente, foram alguns anos agradáveis e muito divertidos. Mas, infelizmente, ele teve que partir. Tinha que prosseguir com sua importante missão.

Iarg, o Planeta de Sangue { Setor Espacial #278 }

A despeito de qualquer diversão que tenha desfrutado no Planeta de Jade, ter de entrar sozinho e se aventurar no Reino de Iarg era algo quase impensável, e desde o inicio as coisas não foram nada simples. O Planeta de Sangue possui esse nome por ser dominado por pessoas capazes de assumir a aparência de dragões — ou de dragões que se escondem na forma de humanos - e que estão constantemente em guerra em busca de mais poder.

Lysandra era a Rainha de um reino prospero e poderoso no planeta vermelho, possuía um vasto exército, e comandava seu país com mão de ferro. Ainda assim, por pior que fosse tê-la como sua soberana, ela mantinha a todos protegidos dos inimigos naturais de sua raça, os caçadores de dragões.

Contudo, isso não impediu que ela fosse envenenada em seu próprio quarto, por seu camareiro de confiança. Met encontrou o corpo assim que chegou ao planeta, cerca de cinco minutos após o coração da Rainha ter parado de bater pelo efeito mortal do veneno. Então novamente Met fechou seus olhos, e um instante mais tarde Lysandra engoliu uma grande golfada de ar, constatando que, de alguma maneira, estava viva outra vez.

Traidores imundos! - Urrou em fúria. — Como ousam me trair?! Me envenenar?! A mim?! Sua... Rainha!! - E então, ela destruiu o palácio em busca do traidor na forma de um gigantesco dragão de escamas negras tão duras quanto o mais resistente metal, e o fez implorar por misericórdia, enquanto confessava tê-la traído seguindo as ordens de um caçador de dragões que ameaçava destruir o núcleo estabilizador que protegia o planeta da Escuridão Devoradora.

Lysandra devorou o traidor, e devorou também o caçador. Após esse episódio Met tentou falar com a Rainha por diversas vezes, mas era sempre ignorado, como se ele sequer existisse.

E ano após ano, ele foi forçado a assistir em silêncio a vários atos de crueldade inconcebíveis pela rainha dragão, a qual ele havia escolhido conceder uma segunda chance. Um erro que ele jamais voltaria a cometer — pensou.

Dez anos mais tarde, Met deixou planeta sem olhar para trás.

Gor, o Planeta Savana { Setor Espacial #359 }

Os maiores guerreiros de todo o Universo Juen nascem no Reino de Gor, o árido Planeta Savana. Aqui apenas os fortes são capazes de sobreviver, e todo ensinamento tem bases em alguma arte marcial ou estratégia de guerra. É um planeta perigoso e cruel, repleto de animais carnívoros extremamente hostis e famintos.

A raça dominante de Gor é a dos humanos capazes de despertar e controlar os genes animais dormentes em seu DNA, adquirindo características animais que os permitem superar as barreiras físicas de um humano comum.

Thousand era um guerreiro formidável, um marido amoroso e um pai excelente. Met chegou ao planeta alguns instantes após a morte do grande leão dourado, e viu o pequeno filhote ao seu lado, chorando a morte do pai, enquanto um predador maior — tão grande quanto o próprio Thousand em sua forma animal - se aproximava para devorar sua presa abatida.

E então, por puro impulso, Met invadiu o corpo do leão dourado, e o absorveu. Thousand piscou, e estava vivo.

Não chore, Rex. Somos os Reis desse planeta... - Disse baixinho, se levantando com dificuldade. — E reis não choram. - Afirmou e então atacou com uma ferocidade digna de um verdadeiro Rei. Foi uma vitória incrível, mesmo lutando contra todas as chances. Afinal, Met sequer teve tempo de curar o corpo de Thousand, apenas conseguiu estancar o sangramento da ferida temporariamente, mas, ainda assim, foi o suficiente.

Thousand ouviu as palavras de Met, compreendeu a situação em que se encontrava, e ficou profundamente grato ao Metamorfo por tê-lo ajudado quando ele mais precisou.

Como disse, o grande Leão dourado já era um ótimo marido e um excelente pai. Além de ser um guerreiro formidável e temido em batalha, assim como um professor fantástico para seus alunos. Contudo, nos dez anos que se seguiram após sua primeira morte, enquanto Met assimilava seu material genético, Thousand foi dez vezes melhor do que jamais havia sido. E, quando finalmente chegou o momento de partir, ambos forjaram sua morte de maneira honrada, sem deixar pontas soltas para trás.

Quando teve que partir do Reino de Gor, Met não possuía qualquer tipo de arrependimento em seu coração. Havia feito uma ótima escolha.

Kren, o Planeta Sucata { Setor Espacial #982 }

Um planeta infestado dos piores tipos de assassinos, ladrões e fugitivos condenados a sentença de morte. Ainda assim, a ordem que tinha era a de colher um espécime desse planeta, e Met não podia mudar isso ou ir contra seu protocolo.

Então ele aguardou. Alguém que não fosse um problema absorver e dar uma segunda chance. Afinal, dez anos é muito tempo, e não há nada mais destrutivo que um assassino ciente de que não tem mais nada a perder. Met exercitou sua paciência, e aguardou, observando cada morte registrada por seu computador de bordo, e o histórico dos espécimes, por longos cinco anos.

Até que um dia, por acaso, encontrou Bing. Ele tinha cerca de quinze anos, apenas um garoto. Havia sido traído por seus companheiros e deixado em um beco qualquer. Bing não era melhor que os outros daquele planeta, era um ladrão e assassino, mesmo sendo ainda tão jovem. E talvez, apenas por pena, Met decidiu lhe dar uma chance.

O Metamorfo dormiu, e o jovem ladrãozinho acordou.

Santa batatinha...! - Exclamou e olhou ao redor, sobressaltado e perplexo. — Mas que merda eu tava dizendo?...

Met explicou ao garoto tudo o que havia acontecido, e ambos deram inicio a um complexo debate sobre princípios e moral. No fim, Met acabou cedendo em ajudar Bing em seus roubos, contanto que ele não prejudicasse ninguém realmente necessitado, e ajudasse as poucas pessoas honestas do mundo sucata de vez em quando.

Teve uma experiência nova e interessante, foi obrigado a admitir — mesmo a contra gosto. Foi tudo terrivelmente perigoso e muito divertido de fato, mas, ainda assim, foi bom poder partir.

Orius, o Planeta Azul { Setor Espacial #664 }

Um planeta com 98% de sua face coberta por água, sendo esses 2% restantes compostos por uma pequena ilhota de metal, usada apenas pelos raros visitantes de outros mundos.

O tritão com genes de tubarão, Orpheelin, havia sido brutalmente assassinado por um polvo gigante, enquanto tentava proteger um casal de filhotes de peixes-palhaço e sua mãe. As razões do tritão pareceram nobres — aos olhos de Met - e o Metamorfo não hesitou em absorver o tritão, a fim de ajuda-lo.

Se estou vivo... Eu posso lutar! - Disse com a voz transbordando determinação ao abrir seus olhos, exibindo os dentes serrilhados em um sorriso cruel. — Desculpem crianças, mas, se eu quiser vencer, terei que usar toda a minha força. Fechem os olhos por um momento, sim? - E então, enquanto as crianças rezavam, Orpheelin acabou com a lula gigante com toda a ferocidade que sua forma de tubarão branco gigante possuía.

Um cozinheiro genial, e dotado de um coração mole feito pudim... Mas extremamente mulherengo e viciado em jogos de azar, era totalmente incapaz de recusar um desafio, mesmo sendo inacreditavelmente azarado quando o assunto era o jogo. De maneira curiosa, sempre se deu bem com as mulheres de sua espécie, e, mais tarde, Met até mesmo descobriu que esse dom em particular parecia funcionar com fêmeas de qualquer espécie.

Orpheelin viveu cada minuto dos dez anos seguintes como se não houvesse amanhã, sendo o máximo que poderia, de uma maneira completamente errada e não aconselhável. Se meteu em muitas encrencas, brigas e confusões. Mas sempre pode contar com a ajuda de Met para ajuda-lo a pensar em uma maneira de arranjar dinheiro para pagar os agiotas.

Foram dez anos repletos de correria, lugares para se esconder, e escapadinhas para encontrar alguma bela dama, cheia de curvas e escamas lustrosas.

No fim, Orpheelin desapareceu, e Met voltou a sua missão. Agora estava perto de terminar. Próximo de voltar para o Planeta Origem e concluir a primeira parte de sua missão.

Só mais vinte anos — refletiu o pequenino, orgulhoso - vinte anos para a liberdade de seu povo — ou pelo menos era o que haviam lhe prometido.

Qwen, o Planeta de Ouro { Setor Espacial #047 }

Um mundo repleto de piramides e templos gigantescos, feitos inteiramente com blocos de ouro maciço, o Reino de Qwen é lar dos orgulhosos membros da segunda raça de guerreiros mais poderosos em todo o Universo de Juen — por mais que eles afirmassem serem os mais fortes, obviamente.

Os habitantes dessa raça possuem genes de dinossauro e a habilidade de tornar-se em repteis poderosos, além de possuírem tamanhos completamente variados — Indo de meros vinte centímetros a até incríveis quinze metros de altura. A mulher que Met absorveu foi Olive, uma linda guerreira de pele esverdeada e sorriso cativante, com cerca de surpreendentes seis metros e meio de altura.

Ela acabou morrendo engasgada com um osso de triceratopes preso em sua traqueia. Uma morte boba, apenas por comer rápido demais e não mastigar o suficiente — um costume estúpido que os membros de sua raça parecia compartilhar.

Obrigado pela refeição! - Recitou com um grande sorriso, elevando as mãos diante do rosto em sinal de agradecimento no clássico gesto de oração.

O Planeta de Ouro era habitado pelos seres mais rudimentares e atrasados tecnologicamente dentre todos os planetas. Seu principal passatempo era as lutas na arena e caçar, além de sua língua ser nada mais que uma porção de gurnidos quase incompreensíveis e com significados rasos e variáveis de acordo a entonação e ao gesto que o acompanhava.

Junto de Olive, o Metamorfo descobriu um pouco sobre o prazer de uma boa batalha entre gigantes, e os mistérios do mundo pré-histórico, suas maravilhas e seus perigos.

Contudo, quando finalmente terminou, ele estava pronto para partir e feliz por estar ainda mais próximo do momento em que poderia voltar para casa.

Apenas mais dez anos.

Ryen, o Planeta Musical { Setor Espacial #158 }

Dizem, que é nos lugares mais alegres que as pessoas mais tristes podem ser encontradas. E mesmo o festivo Reino de Ryen não é uma exceção. Esse é o planeta com a maior quantidade de turistas e aventureiros em busca de diversão, e é tido como uma das mais preciosas maravilhas do Universo Juen, pelos grandes artistas e músicos que surgem nesse planeta de tempos em tempos.

Laruen, membro da espécie dominante do planeta musical, era um membro da guarda pessoal da princesa, além de um excelente músico, cantor e compositor. Infelizmente, mesmo sendo considerado um prodígio, jovem e de futuro promissor, seu rei não teve piedade em mandar que lhe enforcassem, após ele roubar a pureza da princesa e tentar fugir com ela.

Eles se amavam. Eram jovens e preferiram lutar contra tudo, a viver uma vida de tristeza. Infelizmente, nem sempre as coisas acontecem como nós desejamos. Durante sua fuga, Laruen matou muitos soldados, mas acabou sendo capturado, e a princesa foi levada de volta ao reino. No fim, ele foi enforcado em praça pública, um dia após um casamento arranjado as pressas para a princesa.

O que fez Met querer guarda-lo, foi simplesmente as últimas palavras que o jovem meio-coelho disse, pouco antes de morrer, com a corda já em seu pescoço.

Eu não me arrependo de meu amor! - Gritou, em desafio. — E se tivesse uma segunda chance, não falharia em provar isso. - E então, o chão se abriu e Laruen pereceu.

Ele foi jogado na traseira de uma carroça, onde o metamorfo deu inicio ao processo de absorver o material genético. E Laruen despertou.

Na mesma semana o rapaz deixou um bilhete de despedida sobre a cama de sua amada. Mesmo com uma nova vida, agora já não podia tê-la novamente, não se teria que deixa-la em tão pouco tempo. Ao invés disso, ele decidiu que iria partir para Ox, o Planeta Origem, e tentaria encontrar uma maneira de se tornar a personalidade permanente do Metamorfo.

Algo que Met jamais havia esperado que poderia vir a acontecer.

Ox, o Planeta Origem { Setor Espacial #000 }

Laruen era um estrategista formidável, um soldado disciplinado e um guerreiro louvável. Mas ele simplesmente não sabia como blefar. Foi honesto, e os cientistas do planeta origem o nocautearam na primeira oportunidade que tiveram — mesmo sendo necessário dez homens fortemente armados para conseguir para-lo.

No fim, Laruen foi vitima de testes e experimentos humilhantes e dolorosos. Foi tratado como um coelho de laboratório, e teve sua sanidade feita em pedaços. Afinal, enquanto ele se via como um ser vivo com direitos, uma pessoa, os cientistas o enxergavam como nada mais que um Metamorfo com distúrbio de personalidade.

E foi assim, que na primeira oportunidade que teve, Laruen escapou de sua jaula, assassinou três guardas a sangue frio, invadiu o laboratório principal de pesquisa e aniquilou todos os cientistas que encontrou sem hesitar um instante sequer.

E, antes que seu tempo se esgotasse, Laruen ativou a auto-destruição do núcleo do planeta, destruindo o equipamento de maneira irreversível — ao menos sem nenhum cientista vivo. E com a morte do Planeta Origem, todo o Universo Juen estava fadado a sucumbir à Escuridão Devoradora.

Após terminar, se postou de joelhos no centro do laboratório, piscou e era Met outra vez. Rodeado por sangue e vísceras. Enquanto chorava baixinho.

Só faltavam dez anos... - Sussurrou. — Mas, agora... Não tenho nada... Ninguém...

No sangue próximo de seus pés, as gotas de suas lágrimas formaram uma letra. Ele observou com estranheza, e cada gota que caía de seus olhos se tornava em mais uma letra, e outra, e outra.

Daí, surgiu a pergunta: "Você quer ter outra chance?"

Outra... Chance? Eu? - Estava confuso. Ninguém nunca havia lhe oferecido nada. — Sim.

E, de maneira inexplicável, a poça de sangue se tornou mais funda, e Met afundou como se fosse muito pesado. Pela primeira vez, ele não teve medo. Podia respirar, e podia ver. Viu, no fundo da poça de sangue em que estava, uma porta dourada.

Tocou a maçaneta, a parta se abriu e o sugou para dentro.

Seja-lá para onde for.

Pré-Saga: New World

(Essa parte da história falará sobre as experiências de Met no 'Andar Zero').

Habilidades e Poderes

Pré-Torre

Todo Metamorfo, nascido no Reino de Agrias, é dotado de uma aparência base que surge a partir de uma imagem que o filhote constrói em sua mente, após o primeiro vislumbre de sua mãe. Essa aparência fica gravada nas profundezas de seu subconsciente, de forma que ele sempre acaba retornando para ela naturalmente após desativar uma metamorfose.

Metamorfoses

Metamorfose Universal { Básica }
Metamorfose Universal { Básica }

(ユニバーサル変更 { 基本 },Yunibāsaru Henkō { Kihon })

Metamorfose Simples O metamorfo é capaz de transformar seu corpo em qualquer coisa que queira, imitando com perfeição todas as características do alvo — peso, tamanho, cheiro e etc. É capaz de imitar vegetais, animais e itens de qualquer espécie, contudo, essa habilidade possui cinco restrições absolutas, que não podem ser ignoradas ou burladas.

● A primeira das cinco leis, é que toda transformação de tamanho superior ao do metamorfo dura um período máximo de exatos dez minutos no tempo da terra — metamorfoses menores ou de mesmo tamanho, ou ainda sob influência do pingente do tipo Esmeralda-nim, não possuem limite de tempo.
● A segunda lei previne que o metamorfo se mate dispersando material genético, pois armas de longo alcance — em que ele se transforme - necessitam obrigatoriamente de balas avulsas, do tipo correto para o calibre da arma em questão. Essa lei pode ser burlada unicamente caso o metamorfo possua um Pingente do tipo Âmbar-nim.
● A terceira lei define, basicamente, que o metamorfo deve manter uma parte de sua mente focada na imagem especifica do que ele quer ser. Caso se desconcentre — ou seja forçado a isso - a transformação se desfaz e ele retorna a sua forma base. Essa lei pode ser burlada unicamente caso o metamorfo possua um Pingente do tipo Esmeralda-nim.
● A quarta lei define que o metamorfo pode alterar seu tamanho de maneira natural até, no máximo, a forma de um humano relativamente grande — de até dois metros de altura. Além desse ponto, a cada metro a mais o tempo da transformação universal é reduzido em um minuto com o limite seguro de 5 metros de altura — além dos 2 metros. Sob influência de um Pingente do tipo Esmeralda-nim as transformações tem o limite de tempo aumentado exponencialmente.
● Tamanhos superiores a sete metros nesse tipo de metamorfose duram no máximo três minutos, e qualquer coisa além disso causa enorme esgotamento físico nas células do metamorfo, não possuindo um tempo base definido e dependo unicamente de sua determinação e resistência. Sob influência de um Pingente do tipo Esmeralda-nim as transformações tem o limite de tempo aumentado exponencialmente.


Metamorfose Específica { Avançada }
Metamorfose Específica { Avançada }

(特異的変化 { 高度な }, Tokui-teki Henkō { Kōdona })

File:Human.jpg Uma habilidade proibida, que jamais deveria ser usada por nenhum metamorfo. Após absorver o material genético da espécie em que deseja se transformar, o usuário dessa habilidade pode se tornar nesse alvo a qualquer momento que quiser, e por um período de tempo estendido. No entanto, o metamorfo tem sua personalidade alterada drasticamente, sendo fortemente influenciado pelo doador original dos genes.

● Toda transformação específica de tamanho humano dura um período máximo de até uma hora no tempo da terra — ou menos, caso o usuário fique inconsciente. Sob influência de um Pingente do tipo Esmeralda-nim o metamorfo pode burlar essa lei.
● Acesso a todas as características intrínsecas gravadas no material genético, até o exato momento em que foi absorvido.
● O metamorfo não retorna a sua forma base mesmo quando recebe um ataque considerável ou quando perde sua concentração — a não ser que fique inconsciente - e pode acabar sendo morto, já que os limites válidos são os do corpo em que ele está transformado. Sob influência de um Pingente do tipo Âmbar-nim o fator de cura aumenta exponencialmente.
● Acesso às 8 personalidades registradas em seu interior, assim como suas respectivas habilidades, lembranças e mutações particulares.
● Total esgotamento físico de todas as células do corpo após atingir o tempo limite, sendo impossível realizar uma nova metamorfose de tipo especifico por três horas, no mínimo — ou por uma hora, para o caso de metamorfoses de tipo universal. Sob influência de um Pingente do tipo Âmbar-nim o fator de recuperação aumenta exponencialmente, sendo possível realizar até três transformações especificas em rápida sucessão. Sob influência de um Pingente do tipo Esmeralda-nim a transformação tem seu limite de tempo aumentado exponencialmente.


Fator Regenerativo { Natural }
Fator Regenerativo

(回生ファクター, Kaisei fakutā)

File:Metverine.jpg O organismo dos metamorfos é capaz de se recuperar de ferimentos leves como pequenos cortes em uma velocidade estonteante, curar ferimentos medianos, como um corte mais profundo em questão de poucos minutos e até mesmo recuperar membros perdidos, em poucos dias.

Além disso, caso estejam em processo de ‘assimilação’ ou apenas unam temporariamente seu código genético ao de outro ser vivo, o metamorfo é capaz de ceder tecido genético, literalmente compartilhando seu fator de cura, acelerando o processo regenerativo de um aliado apenas por manter contato físico com o mesmo.
Sob o efeito de um Pingente do Tipo Esmeralda-nim o fator de cura do metamorfo é aumentado exponencialmente.


Habilidade de Assimilação { Secreta }
Habilidade de Assimilação

(同化する能力, Dōka suru Nōryoku)

File:Mettrocapele.jpg Um metamorfo é capaz de ‘assimilar’ novas personalidades ao se tornar um único ser com um corpo morto recentemente – período de até uma hora. Basicamente, o metamorfo acaba por adquirir um conhecimento completo sobre todo o funcionamento do organismo assimilado, é capaz de compreender verdadeiramente as habilidades da nova personalidade, pois, de fato, eles se tornam em um único ser. Diferente de apenas ‘fingir ser’, ao absorver um novo organismo por completo, o metamorfo ‘realmente é’ pelo simples fato de também absorver todas as lembranças da vida do outro, todas as informações gravadas no código genético assimilado.

Entretanto, a grande desvantagem dessa habilidade é que para assimilar um novo organismo por completo, o processo todo leva exatos dez anos – a menos que seja cancelado antes. E esse é um grande período de tempo, mesmo para um metamorfo.

Obs.: Essa habilidade é algo que, teoricamente, apenas Met saberia como usar. O que não é bem verdade. A verdade é que a habilidade de ‘assimilar’ novas personalidades é um Tabu, uma mancha negra no passado dos membros da raça que foi sutilmente ‘apagada’, com todas as informações sobre essa prática mantidas em absoluto segredo.


Órgão Mosaico { Natural }
Órgão Mosaico

(オルガンモザイク, Orugan Mozaiku)

File:Metjake.jpg O controle que um metamorfo possui sobre o 'órgão mosaico' existente em seu corpo é o que define o quanto, e o quão bem, ele consegue alterar a composição de uma forma simples de acordo a suas necessidades. Como, por exemplo, a façanha de manter suas cordas vocais com um esforço consciente, a fim de ser capaz de falar mesmo em uma forma animal que originalmente não possuiria essa habilidade. Quanto maior o controle sobre seu órgão mosaico, mais 'criativo' o metamorfo consegue ser ao realizar suas transformações e maior o controle sobre essas alterações sutis e o tempo que consegue manter seus átomos nessa forma diferente.

Com o auxílio de um ou mais Pingentes Ófrens do tipo comum é possível ao metamorfo conseguir ampliar seu controle sobre uma mutação especifica temporariamente.


Pingentes Ophren: Árvore Principal

Entretanto, é desnecessário dizer que nem todos os habitantes do Universo Juen se sentiam a vontade conversando com criaturinhas tão exóticas quanto os metamorfos — mesmo se tratando de membros da família Real. Por essa e outras razões, os membros da Monarquia Agriana possuíam os Ophrens ou Ófrens, se preferir. Ófrens são pingentes feitos de substâncias raras, encontradas com grande abundância no subsolo do planeta natal dos metamorfos, Agrias. Esses pingentes reagem com os átomos de seus corpos de uma maneira única, rara e especial. Existiam, basicamente, três tipos principais de Ófrens — mais raros e reservados exclusivamente para o uso dos membros da família Real. Mas também existiam outros seis tipos mais 'genéricos' e de uso livre.

Pingente Ophren: Esmeralda-nim
Pingente Ophren: Esmeralda-nim

(ペンダント オーフェン: エメラルド·ニム, Pendanto ōfen: Emerarudo·nimu)

File:Esmeralda-nim.jpg Um minério de coloração esverdeada, encontrado no subsolo do planeta. Recebeu esse nome não por ser feito de esmeralda ou por possui qualquer valor como pedra preciosa, mas por sua cor. É um cristal com a dureza de uma pedra comum, entretanto, Ófrens do tipo Esmeralda-nim são as mais raras e perigosas, exigindo que o metamorfo possua um controle mais refinado sobre suas próprias habilidades para que possam usa-las apropriadamente.

Efeitos
• Solidifica as células do metamorfo, impedindo que ele altere sua forma – ou volte a sua forma original.
• Pode ser usada durante qualquer metamorfose.
• O efeito pode durar até três dias com pedras de qualidade elevada.
Contraindicações:
• Uso prolongado ou frequente pode causar efeitos diversos como embriaguez, dependência, transformações involuntárias e distúrbio de personalidade.


Pingente Ophren: Âmbar-nim
Pingente Ophren: Âmbar-nim

(ペンダント オーフェン: アンバー·ニム, Pendanto ōfen: Anbā·nimu)

File:Ambar-nim.jpg Um minério de coloração dourada, encontrado no subsolo do planeta. Recebeu esse nome não por ser feito de Âmbar ou por possui qualquer valor como pedra preciosa, mas por sua cor. É um cristal com a dureza de uma pedra comum, entretanto, Ófrens do tipo Âmbar-nim são as mais raras e perigosas, exigindo que o metamorfo possua um controle mais refinado sobre suas próprias habilidades para que possam usa-las apropriadamente.

Efeitos
• Acelera o processo de regeneração do organismo dos metamorfos exponencialmente.
• Purifica qualquer tipo de envenenamento natural.
• Longevidade aumentada – existe lendas de metamorfos que viveram mil anos graças ao efeito da Âmbar-nim
• Cura até mesmo os casos mais avançados de intoxicação da Safira-nim no órgão mosaico – tempo varia de acordo ao nível da doença no organismo.
Contraindicações:
• Uso prolongado ou frequente pode causar efeitos diversos como insanidade, dependência, tempo das transformações reduzido e distúrbio de personalidade.


Pingente Ophren: Safira-nim
Pingente Ophren: Safira-nim

(ペンダント オーフェン: サファイア·ニム, Pendanto ōfen: Safaia·nimu)

File:Safira-nim.jpg Um minério de coloração azulada, encontrado no subsolo do planeta. Recebeu esse nome não por ser feito de Safira ou por possui qualquer valor como pedra preciosa, mas por sua cor. É um cristal com a dureza de uma pedra comum, entretanto, Ófrens do tipo Safira-nim são as mais raras e perigosas, exigindo que o metamorfo possua um controle mais refinado sobre suas próprias habilidades para que possam usa-las apropriadamente.

Efeitos
• Força as células do metamorfo a assumirem sua forma base original.
• Impede novas transformações.
Contraindicações:
• Uso prolongado ou frequente pode causar efeitos diversos como depressão, doença degenerativa no órgão mosaico e, consequentemente, perda da habilidade de realizar transformações.


Pingentes Ophren: Árvore Secundária

Pingentes Ophren: Primeiro Ramo
Pingentes Ophren: Tipo Comum
File:Ophrens1.jpg Pingente Ophren: Fogo-nim

(ペンダント オーフェン: 火災·ニム, Pendanto ōfen: Kasai·nimu)
As toxinas contidas em um pingente do tipo Fogo-nim permitem ao metamorfo elevar a temperatura de seu organismo com maior facilidade, tornando uma tarefa mais fácil provocar a agitação dos átomos e das moléculas que o compõe. Ele pode até mesmo tornar-se à prova de fogo, mas nunca controlar o elemento – e apenas enquanto o efeito do pingente durar.
Efeitos:
• Elevar a temperatura do corpo sem se ferir.
• Criaturas relacionadas ao elemento tem seu poder aumentado.
• Tornar-se à prova de fogo.
Contraindicações:
• Uso prolongado ou frequente pode causar efeitos diversos como febre, alucinações, dependência e distúrbio de personalidade.

Pingente Ophren: Pedra-nim
(ペンダント オーフェン: ストーン·ニム, Pendanto ōfen: Sutōn·nimu)
As toxinas contidas em um pingente do tipo Pedra-nim permitem ao metamorfo imitar as propriedades da pedra, aumentar seu peso e sua resistência com facilidade, e até mesmo se fundir com a pedra do exterior – movendo-se através de uma grande rocha, por exemplo. Mas nunca controlar o elemento – e apenas enquanto o efeito do pingente durar.
Efeitos:
• Assumir as propriedades da pedra. • Fundir seus átomos com o elemento. Contraindicações: • Uso prolongado ou frequente pode causar efeitos diversos como tosse de poeira, ossos mais pesados, que impedem o voo, dependência e, em casos mais extremos, cegueira temporária.

Pingente Ophren: Metal-nim
(ペンダント オーフェン: 金属·ニム, Pendanto ōfen: Kinzoku·nimu)
As toxinas contidas em um pingente do tipo Metal-nim permitem ao metamorfo imitar as propriedades do Metal, aumentar seu peso e sua resistência com facilidade, se fundir com o Metal do cenário ao seu redor a fim de reparar itens simples, como se fizessem parte de seu corpo com o fator regenerativo. Mas nunca controlar o elemento – e apenas enquanto o efeito do pingente durar.
Efeitos:
• Assumir as propriedades do metal.
• Fundir seus átomos com o elemento.
• Reparar itens.
Contraindicações:
• Uso prolongado ou frequente pode causar efeitos diversos como gripe de agulhas, dependência, ossos mais pesados, que impedem o voo, e soro da verdade potente.


Pingentes Ophren: Segundo Ramo
Pingentes Ophren: Tipo Comum
File:Ophrens2.jpg Pingente Ophren: Sangue-nim

(ペンダント オーフェン: ブラッド·ニム, Pendanto ōfen: Buraddo·nimu)
As toxinas contidas em um pingente do tipo Sangue-nim imitam os efeitos do pingente ófren do tipo Âmbar-nim em uma escala menor. Esse pingente também aprimora o fator regenerativo exponencialmente, mas apenas por alguns minutos. É possível regenerar ferimentos simples, como cortes e escoriações em poucos instantes, ou reduzir os efeitos de injúrias mais sérias, mas apenas enquanto o efeito do pingente durar.
Efeitos:
• Fator de regeneração aumentado exponencialmente.
Contraindicações:
• Uso prolongado ou frequente pode causar efeitos diversos como insanidade, impossibilidade de realizar transformações, dependência e distúrbio de personalidade.

Pingente Ophren: Água-nim
(ペンダント オーフェン: 水·ニム, Pendanto ōfen: Mizu·nimu)
As toxinas contidas em um pingente do tipo Água-nim permitem ao metamorfo imitar as propriedades da Água, aumentar sua viscosidade e liquides, tornando-se praticamente intangível, e até mesmo se fundir com a água do exterior. Mas nunca controlar o elemento – e apenas enquanto o efeito do pingente durar.
Efeitos:
• Assumir as propriedades do metal.
• Fundir seus átomos com o elemento.
Contraindicações:
• Uso prolongado ou frequente pode causar efeitos diversos como depressão, consistência gelatinosa, dependência e dificuldade em assumir formas sólidas.

Pingente Ophren: Floresta-nim
(ペンダント オーフェン: 森·ニム, Pendanto ōfen: Mori·nimu)
As toxinas contidas em um pingente do tipo Floresta-nim permitem ao metamorfo imitar as propriedades da madeira, aumentar sua resistência e até mesmo se fundir ao elemento a fim de reparar itens feitos desse material, usando seu fator regenerativo. Mas nunca controlar o elemento – e apenas enquanto o efeito do pingente durar.
Efeitos:
• Assumir as propriedades do metal.
• Fundir seus átomos com o elemento.
• Reparar itens.
Contraindicações:
• Uso prolongado ou frequente pode causar efeitos diversos como euforia, alucinações, distúrbio de personalidade e dependência.


Pós-Torre

Todo Metamorfo, nascido no Reino de Agrias, é dotado de uma aparência base que surge a partir de uma imagem que o filhote constrói em sua mente, após o primeiro vislumbre de sua mãe. Essa aparência fica gravada nas profundezas de seu subconsciente, de forma que ele sempre acaba retornando para ela naturalmente após desativar uma metamorfose.

Metamorfoses

Metamorfose Universal { Básica }
Metamorfose Universal { Básica }

(ユニバーサル変更 { 基本 },Yunibāsaru Henkō { Kihon })

Metamorfose Simples O metamorfo é capaz de transformar seu corpo em qualquer coisa que queira, imitando com perfeição todas as características do alvo — peso, tamanho, cheiro e etc. É capaz de imitar vegetais, animais e itens de qualquer espécie, contudo, essa habilidade possui cinco restrições absolutas, que não podem ser ignoradas ou burladas.

● A primeira das cinco leis, é que toda transformação de tamanho superior ao do metamorfo dura um período máximo de exatos dez minutos no tempo da terra — metamorfoses menores ou de mesmo tamanho não possuem limite de tempo.
● A segunda lei previne que o metamorfo se mate dispersando material genético, pois armas de longo alcance — em que ele se transforme - necessitam obrigatoriamente de balas avulsas, do tipo correto para o calibre da arma em questão.
● A terceira lei define, basicamente, que o metamorfo deve manter uma parte de sua mente focada na imagem especifica do que ele quer ser. Caso se desconcentre — ou seja forçado a isso - a transformação se desfaz e ele retorna a sua forma base.
● A quarta lei define que o metamorfo pode alterar seu tamanho de maneira natural até, no máximo, a forma de um humano relativamente grande — de até dois metros de altura. Além desse ponto, a cada metro a mais o tempo da transformação universal é reduzido em um minuto com o limite seguro de 5 metros de altura — além dos 2 metros.
● Tamanhos superiores a sete metros nesse tipo de metamorfose duram no máximo três minutos, e qualquer coisa além disso causa enorme esgotamento físico nas células do metamorfo, não possuindo um tempo base definido e dependo unicamente de sua determinação e resistência.


Metamorfose Específica { Avançada }
Metamorfose Específica { Avançada }

(特異的変化 { 高度な }, Tokui-teki Henkō { Kōdona })

File:Human.jpg Uma habilidade proibida, que jamais deveria ser usada por nenhum metamorfo. Após absorver o material genético da espécie em que deseja se transformar, o usuário dessa habilidade pode se tornar nesse alvo a qualquer momento que quiser, e por um período de tempo estendido. No entanto, o metamorfo tem sua personalidade alterada drasticamente, sendo fortemente influenciado pelo doador original dos genes.

● Toda transformação específica de tamanho humano dura um período máximo de até uma hora no tempo da terra — ou menos, caso o usuário fique inconsciente.
● Acesso a todas as características intrínsecas gravadas no material genético, até o exato momento em que foi absorvido.
● O metamorfo não retorna a sua forma base mesmo quando recebe um ataque considerável ou quando perde sua concentração — a não ser que fique inconsciente - e pode acabar sendo morto, já que os limites válidos são os do corpo em que ele está transformado.
● Acesso às 8 personalidades registradas em seu interior, assim como suas respectivas habilidades, lembranças e mutações particulares.
● Total esgotamento físico de todas as células do corpo após atingir o tempo limite, sendo impossível realizar uma nova metamorfose de tipo especifico por três horas, no mínimo — ou por uma hora, para o caso de metamorfoses de tipo universal.
● Metamorfoses especificas em sequência tem seu limite tempo reduzido pela metade a cada transformação, com limite máximo de três dentro do período de uma hora.


Personalidades Assimiladas

Olive do Planeta Qwen
Olive, a Rainha Não-coroada. { Pecado da Preguiça }

(オリーブ、非戴冠女王。{ ナマケモノの罪 }, Orību, hi taikan joō. { Namakemono no tsumi })

File:Olive2.jpg Personalidade:

Uma garota agressiva e direta, que adora uma boa briga, mas que possui o péssimo hábito de nunca terminar o que começou. É destemida ao extremo, e está sempre pronta para entrar de cabeça em uma aventura. Nunca recua e jamais recusa um desafio. Porém, perde o interesse com inacreditável facilidade, sendo extremamente irritante e mimada, feito uma criança — ou uma rainha. Olive não é burra, e, mesmo não sendo a colher mais brilhante da gaveta, ainda tem seus raros momentos de iluminação. Quando em combate, tenta sempre terminar com a luta o mais rápido possível, usando tudo o que tem.

Habilidades:
Gigante Natural { Reino de Gor }
Olive é grande por natureza, com surpreendentes seis metros de altura. Para se tornar na garota esverdeada, Met sofre maior desgaste físico, tendo seu tempo limite já diminuído pela metade desde o inicio.
● Essa personalidade possui uma altura incrível, mas só pode ser mantida por 30 minutos com segurança — e com o mesmo efeito de esgotamento.

Mimetismo Animal { Tiranossauro Rex }
Olive possuía genes de Tiranossauro Rex em seu DNA, assim como a habilidade natural de se transformar em um dinossauro de tamanho variável. Tal habilidade foi absorvida e assimilada de seus genes pela habilidade de Met, e, sendo assim, quando se torna em Olive, o metamorfo pode se transformar em T-Rex, ou hibrido, quando desejar.
● Forma animal menor que a altura da personalidade não altera o tempo, as de mesmo tamanho diminuem o tempo da transformação pela metade. Tamanho máximo de até 15 metros, com limite de 3 minutos em seu uso.

Arte da Guerra { Martelo Gigante }
Treinada no segundo mais poderoso planeta guerreiro de todo o universo Juen — além de ser um dos mais perigosos - a garota gigante teve que aprender a se defender desde cedo, e, para ela, nada melhor que um bom martelo de batalha para esmagar seus inimigos sem um instante de hesitação.
● Sabe como empunhar martelos e armas semelhantes para lutar sem se ferir ou matar um aliado no processo.


King do Planeta Darin
King, o Rei Auto-proclamado. { Pecado da Inveja }

(キング、自称キング。 { 羨望の罪 }, Kingu, jishō kingu. { Senbō no tsumi })

File:King2.jpg Personalidade:

De riso fácil, um grande coração e dotado do péssimo hábito de ser dolorosamente honesto nos momentos errados. King possui uma língua afiada e cheia de bravatas masculinas, que pode espetar qualquer um, em qualquer lugar, há qualquer hora — sem exceções. É um guerreiro nato, que adora estar no lugar onde é mais necessário durante o combate — onde mais pode brilhar. Ama receber elogios, mas os adora ainda mais quando é digno de recebe-los — principalmente quando ele sabe disso. É pomposo e cheio de ginga, como todo símio — e como todo rei. Mesmo que, as vezes, acabe cometendo alguma pequena gafe acidental por falar demais — o que sempre acontece nos piores momentos possíveis.

Habilidades:
Mimetismo Animal { Mico-leão-dourado }
King possuía genes de Mico-leão-dourado em seu DNA, assim como a habilidade natural de se transformar em um primata de tamanho variável a seu bel prazer. Tal habilidade foi absorvida e assimilada de seus genes pela habilidade de Met, e, sendo assim, quando se torna em King, o metamorfo pode se transformar em macaco, ou hibrido, quando desejar.
● Forma animal menor que a altura da personalidade não altera o tempo, as de mesmo tamanho diminuem o tempo da transformação pela metade. Tamanho máximo de até 3 metros, com limite de 15 minutos em seu uso.

Arte da Guerra { Bastão }
A principio o semi-primata aprendeu a manejar tal arma apenas para se aparecer fazendo malabarismos complexos tanto com as mãos, os pés e até mesmo com o rabo. Contudo, após ficar mais velho, mais maduro — e consequentemente mais sábio - King descobriu que ser bom em combate era ainda melhor para impressionar, e masterizou sua habilidade em manejar e lutar com bastões de qualquer tipo ou tamanho.
● Sabe como empunhar bastões e armas semelhantes para lutar sem se ferir ou matar um aliado no processo.


Thousand do Planeta Gor
Thousand, o Sete Dourado. { Pecado da Gula }

(千、セブンゴールデン。 { 大食いの罪 }, Sen, sebungōruden. { Ōkui no tsumi })

File:Thousand2.jpg Personalidade:

Vingativo e mesquinho, Thousand está sempre em busca de algo melhor, mas nada nunca parece ser bom o suficiente para satisfazer seu apetite. Thousand é o pior tipo de valentão, estúpido e violento do que qualquer um que você já conheceu. Ele jamais segue o comando de pessoas que não gosta, e está sempre tentando arranjar confusão com qualquer um pelo menor motivo. Ainda assim, de maneira curiosa, é extremamente leal aos raros amigos que conquistam seu respeito. De hábitos selvagens e estilo agressivo, adora lutar, comer em grandes quantidades, e roubar comida de falastrões distraídos. É carnívoro, e não vê problema em devorar suas presas abatidas, contanto que esteja com fome e o alvo tenha uma aparência relativamente boa.

Habilidades:
Mimetismo Animal { Leão gigante }
Thousand possuía genes de Leão gigante em seu DNA, assim como a habilidade natural de se transformar em um leão com cerca de três metros de altura quando desejasse. Tal habilidade foi absorvida e assimilada de seus genes pela habilidade de Met, e, sendo assim, quando se torna em Thousand, o metamorfo pode se transformar em Leão, ou hibrido, quando desejar.
● Forma animal menor que a altura da personalidade não altera o tempo, as de mesmo tamanho diminuem o tempo da transformação pela metade. Tamanho máximo de até 9 metros, com limite de 5 minutos em seu uso.

Arte da Guerra { Jackie Chan Wannabe }
Nascido em um planeta repleto de criaturas hostis onde apenas os fortes sobrevivem, Thousand aprendeu desde cedo que sua melhor arma era aquela com a qual ele sempre poderia contar na maioria das vezes: seu corpo. Dessa forma, determinado a ser o melhor, treinou por longos anos, e dominou vários estilos de artes marciais antigos. E hoje é capaz de lutar seja qual for a situação em que se encontre, mesmo enquanto troca de roupas, com as calças pelo joelho ou preso em uma parede, pode enfrentar vários inimigos mesmo que seja limitado a usar somente a pontinha do pé.
● Sabe como lutar usando seu próprio corpo sem se ferir ou matar um aliado no processo.


Lysandra do Planeta Iarg
Lysandra, a Espadilha Negra. { Pecado do Orgulho }

(ぃさんdら, ブラックスプラット。 { プライドの罪 }, Lysandra, burakkusupuratto. { Puraido no tsumi })

File:Lysandra2.jpg Personalidade:

Amarga e cruel. Lys adora matar criaturas pequenas e indefesas, em especial se for de maneira lenta e dolorosa, enquanto ouve a vitima implorar por sua vida insignificante. Para Lysandra não existe nada mais inútil e repugnante que uma criatura sem orgulho, e, ao seu ver, o universo estaria melhor sem esse tipo de escória. Lys busca nada além da supremacia absoluta, do poder incontestável, e a total submissão e controle de todo ser vivo existente. De maneira simples, agressões não são ignoradas ou relevadas. São equivalentemente enfrentadas, combatidas com poder sobrepujante. Lys ataca sem piedade, sem medo de represália, sem considerar tamanhos ou aliados. Ataca como o relâmpago ataca a terra, mas de forma inteligente e planejada.

Habilidades:
Mimetismo Animal { Dragão Negro }
Lysandra possuía genes de Dragão em seu DNA, assim como a habilidade natural de se transformar em um Dragão negro de tamanho variável a seu bel prazer — no mínimo o tamanho de uma lagartixa e no máximo o de um galeão de guerra. Tal habilidade foi absorvida e assimilada de seus genes pela habilidade de Met, e, sendo assim, quando se torna em Lysandra, o metamorfo pode se transformar em Dragão, ou hibrido, quando desejar.
● Forma animal menor que a altura da personalidade não altera o tempo, as de mesmo tamanho diminuem o tempo da transformação pela metade. Tamanho máximo de até 15 metros, com limite de 3 minutos em seu uso.
● Capacidade de Voo.
● Capacidade de Cuspir fogo.

Arte da Guerra { Arco e Flecha }
Uma arqueira especialista, capaz de sentir a mudança mais sutil no vento ao seu redor, e disparar flechas mesmo durante uma forte tempestade. É uma exímia e habilidosa praticante dessa arte, e pode executar disparos a distâncias impossíveis, mesmo que prefira acabar com seus inimigos usando todo o poder de seus genes de dragão.
● Sabe como usar arco e flecha e armas semelhantes para lutar sem se ferir ou matar um aliado no processo.


Orpheelin do planeta Orius
Orpheelin, o Valete de Copas. { Pecado da Luxúria }

(オルフェエリン, ハートのジャック。{ ラストの罪 }, Orpheelin, hāto no jakku. { Rasuto no tsumi })

File:Orphellin2.jpg Personalidade:

Um homem de muitos desejos e um espadachim de hábitos excêntricos, que aprecia a beleza de uma forma especial. Sua honra é imaculável e seu senso de justiça é tão afiado quanto uma lamina. Odeia ter que matar, mas o faz, se necessário. Possui extrema facilidade para criar laços de amizade, e está sempre aberto para novas e interessantes experiências. É curioso, sábio e inteligente. E, muito provavelmente, uma das personalidades mais maduras e relativamente equilibradas de Met. Ama uma boa batalha, e jamais deixa ninguém para trás. Nunca desiste de algo que acredita, e vive com a filosofia de que "Se estou vivo, eu ainda posso lutar". Além disso, como um comentário adicional sobre o Orpheelin, de maneira curiosa, ele é um ótimo cozinheiro.

Habilidades:
Mimetismo Animal { Tubarão Branco }
Orpheelin possuía genes de Tubarão Branco em seu DNA, assim como a habilidade natural de se transformar em um Tubarão de tamanho variável a seu bel prazer. Tal habilidade foi absorvida e assimilada de seus genes pela habilidade de Met, e, sendo assim, quando se torna em Orpheelin, o metamorfo pode se transformar em Tubarão, ou hibrido, quando desejar.
● Forma animal menor que a altura da personalidade não altera o tempo, as de mesmo tamanho diminuem o tempo da transformação pela metade. Tamanho máximo de até 15 metros, com limite de 3 minutos em seu uso.
● Pode respirar embaixo d'água por possuir guelras.

Arte da Guerra { Espadachim }
Um espadachim louvável, que possui um modo de lutar pouco ortodoxo, onde realiza várias piruetas e acrobacias durante seus ataques, para aumentar o poder de ataque. Orpheelin é capaz de lutar tão bem embaixo d'água quanto fora dela. Sua força é invejável, e por isso prefere usar uma espada de tamanho totalmente absurdo, tão grande quanto o próprio espadachim — mesmo que possa empunhar qualquer espada sem dificuldades.
● Sabe como empunhar espadas e armas semelhantes para lutar sem se ferir ou matar um aliado no processo.


Laruen do Planeta Ryen
Laruen, o Três de Paus. { Pecado da Ira }

(ローレン、Oトレス·デ·パウス。 { 怒りの罪 }, Rōren, O Toresu de pausu. { Ikari no tsumi })

File:Laruen2.jpg Personalidade:

Calmo, centrado e objetivo. Laruen sempre visa concluir sua missão com o mínimo de falhas e perdas possível, sendo dotado das principais características que compõem um líder nato. É um estrategista genial, possui uma memória excelente, e uma inteligencia quase inigualável. Como Lysandra, o jovem escudeiro também acredita que agressões não devem ser ignoradas ou relevadas, mas, diferente da outra personalidade, ele não busca rixas infrutíferas, e tem como único e principal objetivo a vitória absoluta e totalmente incontestável. Laruen provém de uma raça que aprecia a música acima de todas as coisas, e sabe tocar praticamente qualquer instrumento, além de possuir uma linda voz de tenor e conhecer uma infinidade de canções.

Habilidades:
Mimetismo Animal { Coelho Saltador }
Laruen possuía genes de Coelho Saltador em seu DNA, assim como a habilidade natural de se transformar em um coelho de tamanho variável a seu bel prazer. Tal habilidade foi absorvida e assimilada de seus genes pela habilidade de Met, e, sendo assim, quando se torna em Orpheelin, o metamorfo pode se transformar em coelho, ou hibrido, quando desejar.
● Forma animal menor que a altura da personalidade não altera o tempo, as de mesmo tamanho diminuem o tempo da transformação pela metade. Tamanho máximo de até 3 metros, com limite de 15 minutos em seu uso.
● Capacidade de saltar grandes distâncias de uma vez.

Arte da Guerra { Steve Rogers Wannabe }
Objetivo e centrado, o jovem Laruen se especializou no uso de um escudo personalizado com uma lamina afiada na borda, o que lhe permite tanto atacar, quanto defender-se, com uma única arma. Além disso, o meio-coelho treinou por vários anos, até que fosse capaz de calcular em um instante a trajetória de seu escudo, e assim, quando o arremessa, ele pode ajustar a direção, dando a impressão que a arma sempre retorna para suas mãos — o que é acontece na maioria das vezes. Quando, na verdade, ele apenas prevê onde o escudo vai estar em seguida.
● Sabe como empunhar escudos e armas semelhantes para lutar sem se ferir ou matar um aliado no processo.


Bing do Planeta Kren
Bing, o Dois de Ouros. { Pecado da Ganância }

(ビング、金貨の二つ。{ 欲の罪 }, Bingu, kinka no futatsu. { Yoku no tsumi })

File:Bing2.jpg Personalidade:

Um ladrãozinho desonrado, baixo e pretensioso que sempre tenta levar vantagem em tudo. Após colocar seus olhos sobre algo de seu interesse, Bing sempre fará de tudo para por suas mãos sobre essa coisa — mesmo que venha a perder o interesse logo em seguida. Bing não tem problemas em mostrar o lado contundente de sua língua a qualquer um que o irritar, adora uma pilhéria ocasional, sendo dotado de um dom natural para o humor negro e para o sarcasmo. Não tem a menor piedade por seus inimigos, mata com ligeireza e sem hesitar. Adora enfrentar adversários particularmente poderosos, principalmente adversários maiores que ele — por odiar sua forma humanoide baixinha. É feroz em combate, mas procura usar a inteligência para ter vantagem sobre seus alvos. Quando em desvantagem, ele foge sem olhar para trás.

Habilidades:Mimetismo Animal { Grifo gigante }
Bing possuía genes de Grifo gigante em seu DNA, assim como a habilidade natural de se transformar em um grifo de tamanho variável a seu bel prazer. Tal habilidade foi absorvida e assimilada de seus genes pela habilidade de Met, e, sendo assim, quando se torna em Bing, o metamorfo pode se transformar em Grifo, ou hibrido, quando desejar.
● Forma animal menor que a altura da personalidade não altera o tempo, as de mesmo tamanho diminuem o tempo da transformação pela metade. Tamanho máximo de até 3 metros, com limite de 15 minutos em seu uso.
● Capacidade de Voo.

Arte da Guerra { Nunchakus }
Armas de difícil manejo, mas fáceis de ocultar sob as roupas de um ladrão de dedos leves. Bing é bom no uso de qualquer coisa que estiver a mão para se proteger, mas é excelente no manejo de um par de nunchakus, sendo bastante destrutivo em combates de curta distância, mesmo contra inimigos consideravelmente maiores, por ter prática em encontrar os pontos mais vulneráveis em que deve atingir seus alvos.
● Sabe como empunhar nunchakus e armas semelhantes para lutar sem se ferir ou matar um aliado no processo.


Strawberry do Planeta Origem
Strawberry, o Coringa. { Pecado Original }

(イチゴ、ジョーカー。 { 原罪 }, Ichigo, jōkā. { Genzai })

File:Strawberry2.jpg Personalidade:

Orgulhoso, irreverente e audacioso. Strawberry jamais volta atrás em suas decisões, e considera o medo de se aventurar uma imperdoável idiotice! Adora analisar e estudar formas de vida raras, principalmente as que encontra pela primeira vez. É fascinado pela anatomia e dissecação de espécimes únicas, mas, de maneira estranha e curiosa, gosta ainda mais de criar amizade com seus objetos de estudo. É cientista louco, médico profissional e engenheiro especialista, com diplomas em mais de vinte áreas de atuação, além de falar ao menos dez línguas diferentes. Contudo, antes de qualquer coisa, é um herói de carteirinha, que jamais deixa de responder a um pedido por socorro — principalmente os de belas damas indefesas.

Habilidades:
Metamorfose Universal { Básica }
O primeiro e único humano absorvido por Met, o cientista Strawberry conseguiu dominar as habilidades naturais do metamorfo de maneira muito sutil, sendo capaz de alterar suas roupas e seu tamanho para a altura da aparência base do metamorfo a seu bel prazer.
● Pode ficar menor e mais leve, com até cerca de meio metro de altura em alterar o limite de tempo.
● É capaz de escolher a forma de suas roupas, e altera-las como desejar quando está pequeno.

Arte da Guerra { Armas de Fogo }
Ex-atirador de elite do exército de seu país, Strawberry foi forçado a se aposentar com o avanço de uma doença incurável em seu organismo — que, mais tarde, o levou a morte. Ainda assim, após servir por quase vinte anos no exército, o cientista louco se tornou um dos mais habilidosos atiradores dentre todos os esquadrões. Sendo capaz de manejar praticamente qualquer arma de longo alcance.
● Sabe como empunhar armas de fogo e equipamentos semelhantes para lutar sem se ferir ou matar um aliado no processo.


Relações 

Família

Morphestháryen kas Kraftéran

(pai)

Lilethasfhéran hon Sträussjuan

(mãe)

Juhengháster fa Nantakéren kas Kraftéran

(irmão)

Sunnedártan len Tussféren kas Kraftéran

(irmão)

Grupo

Blue Star

(...)

Uther Bedivere Nuadha

(...)

Lysergia Auredi Ediethyla

(...)

Samiel

(...)

Luciela Branstoker

(...)

Licht

(...)

Idris

(...)

Thomas Josef Romero

(...)

Angel

(...)

One

(...)

Pré-Saga: New World

Uzirrot

(...)

O Doutor

(...)

Kaila

(...)

Mr. Ribbit

(...)

Wang

(...)

Cabeça-De-Lata

(...)

Outros

Vragav 9

(...)

A Relíquia

(...)

O Espirito Branco

(...)

Equipamentos e Itens

Metamorfose das Roupas { Comum }

(着替え { 共通の }, Kigae { Kyōtsū no })

File:Metborn.jpg Todo metamorfo, quando nasce, recebe uma roupa que se adéqua exatamente a seu gosto e tamanho. Além disso, quando o usuário se transforma, ela também altera sua forma reagindo ao comando de seu dono. Feita de material orgânico raro, apenas encontrado no planeta original dos metamorfos, essa roupa se regenera quando é rasgada, assim como o corpo de seu mestre, sendo uma verdadeira segunda pele.

● Reconstrução natural do tecido quando Met a está tocando. Mesmo se sobrar apenas um fiapo, já é o suficiente — demora, mas ela se regenera gradativamente.
● Quando separados, a roupa atrai seu mestre, indicando sua localização.
● Se o metamorfo morre, a roupa começa a se desfazer gradativamente, morrendo também.
● Caso fiquem muito tempo separados, a roupa começa a morrer de saudades e de solidão, pensando ter sido abandonada.
● Ela não permite que ninguém além de Met a use. É impossível entrar dentro dela.


Citações

(...)

Curiosidades

(...)

Referências

(...)

Ad blocker interference detected!


Wikia is a free-to-use site that makes money from advertising. We have a modified experience for viewers using ad blockers

Wikia is not accessible if you’ve made further modifications. Remove the custom ad blocker rule(s) and the page will load as expected.