FANDOM


A dhamacalia não dorme. Nós apenas aguardamos a noite para caçar quando sentimos fome, já que o Sol nos consome.

Luciela Branstoker, [Ato 2] Heaven's Eye #878

Dhamachim são uma espécie híbrida entre malachianos e malebolges, sendo também consideradas como "Males incompletas", já que não são produto de reprodução, e sim de uma corrupção parcial ou malsucedida. A palavra dhamachim, embora seja de gênero neutro, é mais utilizada para referir-se as fêmeas da espécie, já que dhamachim do sexo masculino são extremamente raros.

Etimologia

"Dhamachim" é um termo fictício, que significa "meio-gente" em vários idiomas malachianos, como o malaco-alutano e o malaco-centuriano. Ele foi inventado a partir do termo "dhamphiri" ou "dampiro", que são híbridos de pais vampiros e mães humanas segundo o folclore balcânico. Curiosamente, dampiros são muitas vezes retratados como caçadores de vampiros, que por sua vez seriam equivalentes aos Males.

Biologia

As dhamachim possuem uma aparência malachiana típica, mantendo para sempre o aspecto e características que tinham antes de serem transformadas em híbridos, com exceção do comprimento dos cabelos e unhas, que continuam a crescer. Diferenças claras entre as duas espécies surgem apenas quando elas entram em estado de maleficação, onde no primeiro estágio adquirem olhos felídeos de cor vermelha, dentes afiados e mãos com dedos mais longos e delgados, armadas com garras animalescas. Por sempre usarem a maleficação em primeiro estágio para caçar os povos da Malachia, essa é a forma mais conhecida e comumente descrita pelos malachianos.

Necessidades fisiológicas não são presentes nas dhamachim, podendo-se dizer que são muito similares aos Males, que não precisam de alimentação ou hidratação. Embora elas consumam sangue de animais e de outros malachianos, o ato serve na realidade para absorver energia pura, usada para suprimir a maleficação involuntária, capaz de transformá-las em Males. Quando consomem qualquer outro alimento que não seja sangue, a sensação de vômito é quase instantânea, sendo extremamente difícil suportar o conteúdo por mais do que dez minutos.

História

Origem

Originalmente, o termo dhamachim, que significa meio-gente, era destinado as tribos bárbaras que viviam na Floresta Negra. Seguidores dos Falsos Deuses, eram canibais hostis que atacavam os povos revelacionistas constantemente. Mais tarde, sob o comando de Zerach, o Grande Profeta, os Clãs da Malachia conseguiram expulsar as tribos bárbaras para as Terras Ermas, onde residem até tempos modernos. Com o fim da presença bárbara na Floresta Negra, o termo dhamachim passou a fazer parte do folclore revelacionista, que o mistificou e transformou em uma espécie de conto para assustar as crianças, na tentativa de afastá-las da floresta que ainda era perigosa por seus caminhos escuros e predadores naturais.


Crias da Soberania

Após a ofensiva elohim que pôs fim a invasão malebolge durante a Grande Guerra Celestial, relatos de mulheres malachianas desaparecidas começaram a surgir em diversos Condados, como Alutana, Centuria e Lupenia. Inicialmente, os malachianos acreditavam que os Males as teriam consumido ou simplesmente matado, mas meses depois, durante a noite, as mesmas mulheres retornariam subitamente, revelando que ainda viviam. Contudo, elas não eram mais pessoas normais, mas sim predadoras de seu próprio povo, dotadas de agilidade, força, garras e poderes sobrenaturais. Como muitas de suas características eram semelhantes as atribuídas as dhamachim folclóricas, elas passaram a ser chamadas da mesma forma.

Dhamachim

Galeria

Navegação

Raças
AndroidesElohimDhamachimGhulachimHumanosMalachianosMalachimMalebolgesMetamorfosTormentinos

Pages in category "Dhamachim"

The following 3 pages are in this category, out of 3 total.

Ad blocker interference detected!


Wikia is a free-to-use site that makes money from advertising. We have a modified experience for viewers using ad blockers

Wikia is not accessible if you’ve made further modifications. Remove the custom ad blocker rule(s) and the page will load as expected.